Top 5 | Cinco escritoras que você precisa conhecer

E pensar que houve uma época - nem tão antiga assim - que as escritoras precisavam abreviar seus nomes ou criar pseudônimos para que fos...


E pensar que houve uma época - nem tão antiga assim - que as escritoras precisavam abreviar seus nomes ou criar pseudônimos para que fossem publicadas, pois ninguém leria um livro escrito por uma mulher. Que bom que, mesmo a passos lentos, a sociedade evolui e hoje podemos encontrar escritoras incríveis e inspiradoras. Gosto de muitas escritoras, mas resolvi fazer uma breve seleção aqui no Top 5.

1. Margaret Atwood

Atwood é presença certa quando me proponho a escrever sobre autoras que admiro. De ficção-científica a contos, passando pela ficção especulativa, Atwood traz uma profundidade às suas protagonistas femininas que é rara no mercado editorial. Suas estórias são marcadas pela presença de governos patriarcalistas opressores, com personagens femininas sensíveis e fortes que tentam driblar as dificuldades que a sociedade impõe às mulheres. É leitura mais do que recomendada para todas as mulheres que se identificam com os movimentos atuais de empoderamento, pois Atwood traz discussões extremamente relevantes e melancólicas no meio da ficção.
Aqui no blog, falei mais detalhadamente sobre Atwood neste post. Também falei sobre seus livros Oryx e Crake, o maravilhoso O Conto da Aia e o Ano do Dilúvio.


2. Úrsula K. Le Guin

Na minha opinião, não há ninguém melhor do que Úrsula para escrever ficção-científica. Foi ela quem me fez ter apego ao gênero, trazendo uma visão completamente nova para o scifi. Ela éxtrapola os limites do ser humano e suas noções enraízadas de gênero, sexo e sociedade, fazendo o leitor refletir muito profundamente sobre os paradigmas nos quais acredita. Além disso, aos quase noventa anos, Úrsula se mantém ativa contra o mercado editorial e não tem medo de expressar suas opiniões polêmicas. Falei um pouco mais sobre ela neste post e também fiz resenha do ótimo A Mão Esquerda da Escuridão e do Ciclo Terramar. Para quem gosta de contos, tem um de sua autoria aqui.



3. Maggie Stiefvater

Maggie Stiefvater não tem medo de ser estranha. Suas estórias são uma injeção de ânimo e de originalidade na literatura fantástica, pois sua característica principal é explorar lendas e folclores antigas e esquecidas do grande público. Seus enredos são sombrios, violentos e densos, e me deixam sem fôlego cada vez que os leio. Além disso, Maggie tem uma capacidade impressionante de criar personagens carismáticas e envolventes. E, para completar, Maggie é musicista e toca gaita-de-fole - e é possível perceber uma influência celta em várias de suas obras. Por aqui, recomendei as leitura da Saga dos Corvos (composta por quatro livros excelentes!) e A Corrida do Escorpião.


4. Katherine Mansfield

Katherine Mansfield é pouco conhecida do grande público, mas ela foi uma das primeiras escritoras a adotar o estilo de fluxo de consciência, marcantes também em Virgínia Woolf e Clarice Lispector. Sua carreira como escritora foi curtíssima: começou quando ela tinha 30 anos e terminou quatro anos depois, quando ela morreu de tuberculose. Katherine escrevia contos e, neles, reproduzia a vida intensa que levava. Ela era bissexual, fez abortos e casou-se várias vezes, além de abusar de drogas e álccol - e isso tudo no começo de 1900, imaginem a polêmica. Suas estórias refletem este estilo de vida libertário. Falei mais sobre ela e suas obras aqui.


5. Arundhati Roy

Arundhati não é apenas escritora. Ela é uma escritora indiana, o que significa que ela teve que superar barreiras muito maiores, em uma sociedade que vê a mulher como inferior e não lhe dá as mesmas oportunidades de estudo e de trabalho. Além disso, Arundhati é ativista dos Direitos Humanos e ambientalista. Não bastasse isso, ela também fez uma série de televisão que promovia a independência da Índia, além de documentários sobre a cultura do estupro existente neste país. Não é difícil perceber a relevância que suas obras possuem e, não à toa, ela é a escritora indiana mais vendida em todo mundo da história. Por aqui, falei sobre o sensivel e forte O Deus das Pequenas Coisas.

E você, conhece alguma escritora que gostaria de recomendar? Deixa aí nos comentários que vou adorar saber!

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

2 comentários

  1. Úrsula ♥

    Amei essa lista! Já coloquei as outras 4 na lista de PRECISO PRA ONTEM!!!

    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Úrsula, Rainha Musa ♥ Fico feliz que tenha gostado das indicações!

      Excluir