Lançamento | O Hospício de Muskov - Eu e mais 26 Escritores!

É com muita alegria que, enfim, posso divulgar a antologia "O Hospício de Muskov" . Somos 27 escritores escolhidos pela Edito...



É com muita alegria que, enfim, posso divulgar a antologia "O Hospício de Muskov". Somos 27 escritores escolhidos pela Editora Wish, através de um concurso de contos realizado no final do ano passado e início deste ano. Fiquei muito feliz quando meu conto foi escolhido e, neste post, trago mais informações sobre a antologia e, também, como adquirir seu exemplar.


A Editora Wish, fundada em 2013, cada vez mais se destaca no mercado editorial pela qualidade de suas publicações. No caso de "O Hospício de Muskov", o projeto gráfico conta com capa dura, hotstamp dourado lindo na capa, além de uma diagramação super estilosa no miolo do livro. Além disso, a Wish prioriza publicações de autores independentes e conteúdo original, o que a torna uma editora ótima para se trabalhar. Mas, falando um pouco da antologia, afinal, do que ela se trata?

Você acredita na sanidade?

Inaugurado em 1812 e destruído após a guerra, em 1945, o Hospício de Muskov foi palco de atrocidades, assassinatos, muito medo e sofrimento. Fundado por um psicólogo húngaro, o lugar era conhecido como centro de referência para tratamentos psiquiátricos. Em uma época de pouca tecnologia, buscava-se a cura através de métodos cruéis, utilizados sem restrição. Um diagnóstico precipitado era suficiente para levar uma pessoa saudável às portas da insanidade.

Livre-se dos preconceitos e mergulhe nas profundezas da mente humana — um lugar onde muitas vozes se misturam, quebrando o tecido da realidade e tornando a verdade indistinguível. Psiquiatras, enfermeiros, enfermos - todos eles têm uma história sobre este lugar. Uma história que nos leva à decadência do Hospício de Muskov.

A antologia reúne 27 contos e, em todos eles, a narrativa acontece dentro do Hospício de Muskov. Por se tratar de uma antologia de época, foi imprescindível que, nós, escritores, fizéssemos um apurado trabalho de pesquisa sobre o tratamento de transtornos psiquiátricos no século 19. Os contos passaram por uma revisão histórica detalhada, para garantir que todos os elementos inseridos nas tramas fossem reais e verossímeis à proposta da antologia. Por ser psicóloga, esta parte da pesquisa foi prazerosa, pois este é um assunto que sempre tive muito interesse, desde a época da faculdade.



Outro ponto importantíssimo desta antologia foi a abordagem correta dos transtornos psiquiátricos, garantindo o máximo de objetividade e imparcialidade na abordagem deste tema, que é, por natureza, delicado e controverso. Inclusive, escrevi um post para a Editora Wish entitulado "Como escrever sobre distúrbios mentais sem cometer gafes", que pode ser lido aqui

Por fim, o tom dos contos é soturno, amedrontador e cruel, refletindo a realidade dos pacientes do Hospício de Muskov. A atmosfera da antologia é carregada de terror psicológico, e os contos são cheios de reviravoltas e surpresas. Os escritores escolhidos são excelentes e os contos são de tirar o fòlego. Em breve, farei um post com os meus preferidos. O meu conto é o terceiro do livro e chama-se "Eugênia e Anatólia", que fala sobre a relação bizarra entre uma enfermeira e uma paciente maníaca do hospício. 


Se você ficou interessado e quer adquirir um exemplar, você pode comprá-lo através da minha loja no Facebook

Se você gosta de antologias, leia sobre a antologia "Valquírias" da Editora Darda, onde eu e mais 19 escritoras criamos personagens femininas badass! Clique aqui.

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

3 comentários

  1. Oi, moça das fotos que eu mais amo, tudo bem?

    EU FIQUEI TÃO FELIZ QUANDO VI AQUELA FOTO, AAAAAAH. Eu tô bem por fora de antologias, quase não fico sabendo de seleções, mas é mais porque não tenho procurado mesmo. Eu achei o projeto gráfico dessa antologia a coisa mais linda, um bálsamo pros olhos <3 Você sabe o quanto eu gosto de psicologia e, apesar de não me sentir bem lendo sobre, gosto do tema da psiquiatria nos hospícios. Eu acho muito importante sabermos essa retrospectiva histórica e, mesmo que haja tanta informação sobre, o que eu mais vejo é gente desdenhando e relativizando transtornos. Não sei se teria psicológico pra ler os contos, mas não significa que tô muito feliz por você <3333

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio, flor, e tenho certeza que, se estivesse entrando em concursos de antologia, estaria ganhando todos! Você escreve muito bem e sinto saudades de te ler. Obrigada pelo apoio, você é dez!

      Excluir
  2. Achei esse livro extremamente interessante. Pena que não vende em livrarias ou sites comuns =(

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir