Sketch # 2 | Teacup Bath

Desde o último desenho, The Warrior Girl , até chegar no sketch de hoje, passei por algumas experiências em relação a desenhar que quero...


Desde o último desenho, The Warrior Girl, até chegar no sketch de hoje, passei por algumas experiências em relação a desenhar que quero compartilhar por aqui.

1) A primeira delas foi lidar com a vergonha e com a insegurança. Sei que tenho muito o que estudar e o que aprender ainda sobre desenho, sobretudo a parte técnica (sombras, profundidade, perspectiva, etc) mas, mesmo assim, decidi me arriscar mostrando o que já sei. A vergonha e a insegurança vieram por ter consciência de que não sou tão boa nisso quanto gostaria, e também por comparar meu trabalho ao de outras pessoas já avançadas e com mais experiência. Mas, a vida é feita de riscos e de movimento, então continuo aqui.

2) Fiz dois sketches que foram parar no lixo e fiquei bastante frustrada com eles. O tempo que dispendi em ambos - tanto o tempo de desenhar em si, como o tempo de gravar o speedpaint e editá-lo - foram para o lixo junto com o desenho. Ou assim foi meu sentimento, antes de refletir que faz parte do aprendizado e seguir em frente.

3) Decidi me concentrar em adquirir meu estilo/traço próprio e definir qual será minha personalidade enquanto desenhista-amadora. Acho muito importante que qualquer artista - seja de que área for - tenha sua própria identidade, e atualmente busco encontrar a minha nos sketches. 

Depois de toda esta reflexão e todo este sufoco, o novo skecth chama-se Teacup Bath. A Garotinha e seu amigo, o Coelho, desfrutam de um momento relaxante lendo um livro, uma estória que o Coelho está ouvindo atentamente. Usei aquarela e lápis de cor e, no vídeo abaixo, vocês podem ver como fiz o desenho.


Espero que estejam gostando e podem deixar críticas construtivas! ;-)

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

2 comentários

  1. Eu AMEI essa ideia de mostrar todo o processo do desenho em vídeo. Ficou super bacana e bem criativo! A gente vê o desenho pronto e nem tem ideia do trabalhão que deu ao artista, né? Assim a gente passa valorizar ainda mais cada trabalho <3.

    Você comentou que ficava comparando os seus desenhos aos de outros artistas, até mais experientes do que você, mas não faça isso mesmo. Cada um tem a sua personalidade, o seu jeitinho de fazer as coisas e isso é o melhor de tudo, porque torna cada trabalho nosso único <3. E você tem muito talento! Eu fui ver o desenho da The Warrior Girl e fiquei tão apaixonada quanto estou por esse <3 <3 <3.

    Beijão :]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua fofura e boa energia não tem fim, hein, Patrícia?! Fiquei muito contente com seu comentário e com sua visita, já que amoooo o Booknerd. Obrigada!! <3

      Excluir