Sugestão de Leitura | Saga Mistborn (Nascidos da Bruma), de Brandon Sanderson

De tempos em tempos, surge uma saga que supera todas as outras que tinha lido até então. Embora existam muitas opções de sagas hoje em d...


De tempos em tempos, surge uma saga que supera todas as outras que tinha lido até então. Embora existam muitas opções de sagas hoje em dia, poucas me chamam a atenção e pouquíssimas realmente me prendem. Então, recebi com muita surpresa a saga Mistborn (Nascidos da Bruma), de Brandon Sanderson.

O primeiro livro da trilogia, chamado "O Império Final", conta a trajetória de Kelsier e um grupo de amigos que, juntos, planejam derrotar o Senhor Soberano, um governante imortal que está no poder há mais de mil anos. Neste ponto, o livro tem um teor político forte, assim como estratégias de guerra e de manobras para derrubar um governo opressor. A narrativa tem um tom bem solene e a revolução que eles planejam parece ser impossível, o que instiga o leitor a querer saber como isso irá terminar.

Além disso, há o componente de fantasia da saga e foi isso que me ganhou de vez. Na estória, existem algumas pessoas que são alomânticas, ou seja, elas podem controlar metais e extrair poder deles. Cada metal tem uma função específica: estanho aguça os sentidos, peltre fortalece o corpo, ferro e aço empurram e puxam metais próximos, e assim por diante. Ao longo do livro, todos os metais e seus respectivos poderes nos são apresentados através da personagem Vin, que descobriu ser alomântica há pouco tempo e está aprendendo como tudo funciona.
Os alomânticos, normalmente, extraem poderes de somente um metal. No entanto, há os raríssimos Nascidos das Bruma, que extraem poderes de todos os metais (onze, ao todo). Vin, então, descobre-se uma Nascida das Brumas, assim como Kelsier, tendo um papel fundamental na queda do Império Final.

O segundo livro, "O Poço da Ascensão",  continua um ano depois do final do primeiro livro e, nele, Vin torna-se a personagem central. Neste livro, sabemos que existem forças maiores, mais poderosas e mais sombrias operando no mundo, e que o tal do Senhor Soberano era apenas uma peça nesta engrenagem. Com isso, explica-se o que são as brumas e qual é o poder que elas encerram.
Neste livro também o autor fornece maior detalhamento sobre algumas criaturas que aparecem ao longo da saga: os kandras, os Guardadores, os terrisanos e os koloss. Com isso, o leitor tem uma visão maior do que realmente é o mundo da saga Mistborn.
Muita coisa me cativou nesta saga: a explicação sobre os metais é excelente, as criaturas são extremamente originais, as personagens tem várias camadas e profundidades, o Mal presente nos livros realmente assusta, dentre muitos outros aspectos incríveis. Virei fã de carteirinha desta saga e ela entrou para a minha lista de livros preferidos, ao lado de A Crônica do Matador do Rei, de Patrick Rothfuss e A Torre Negra, de Stephen King.

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

7 comentários

  1. Fantasia é um dos meus gêneros preferidos e acho que nunca tinha ouvido falar dessa trilogia, mas esse lance dos poderes serem extraídos dos metais parece inovador e me chamou a atenção. Maaais uma trilogia pra lista de "quero ler" hahahah A Crônica do Matador do Rei já está nela há um tempinho.
    Obrigada pela indicação! (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A lista de "quero ler" não termina nunca, né hahaha Fico feliz que tenha gostado da indicação! :)

      Excluir
  2. Eu sou super fã de fantasia e estou louca pra ler essa série, mas já fiquei de cara que a editora mudou o selo da publicação. Pra que fazer isso hein? :(

    Crânica do Matador de Rei é amoooor <3

    Beeijo
    Resenhando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudou para qual selo?
      Leia sim que é fantástico! Se você curtiu CdMdR, sem dúvidas vai amar esta saga!
      Obrigada pela visita! <3

      Excluir
  3. Já me indicaram esses livros mas eu fico com receio de ler, tenho medo de não gostar porque não curto muito esse gênero. Eu até começo a ler, mas aí abandono porque algum outro livro me encanta mais.
    Beijos
    Claquete Rosa

    ResponderExcluir
  4. Livros que tem um teor político dentro da história me conquistam, mas estou tão cansada de séries que fico até com o pé atrás disso acabar interferindo na minha leitura.
    Um Minuto de Verão

    ResponderExcluir
  5. Então, acabei há exatos 15 minutos de ler o livro I de Mistborn. Entrei na internet pra procurar algo sobre o livro II e decidir se continuo lendo a saga. Estava entre este último ou o segundo livro da "crônica do matador de reis", que é enorme. Eis que encontro esse post. Acho que me encantei com as coincidências. São as duas sagas mais incríveis que já li até agora. Pelo menos os primeiros livros. :)

    ResponderExcluir