Quero Ler #5

Em breve teremos mais um "Já Li', pois estou focada (!) em ler os livros que coloco aqui nesta sessão. Mas como, infelizmente, ...


Em breve teremos mais um "Já Li', pois estou focada (!) em ler os livros que coloco aqui nesta sessão. Mas como, infelizmente, não tenho tempo 100% livre para leitura, a pilha de livros pendentes é infinita. Aqui vão mais livros do "Quero Ler".


Charlie e o Grande Elevador de Vidro - Roald Dahl

Poucas pessoas sabem que existe uma continuação para "A Fantástica Fábrica de Chocolate" e é este o livro. E, como fã de Literatura Infantil que sou (no meu canal do YouTube tem vários vídeos a respeito), me interessei na hora por ele.
O livro continua a estória exatamente do mesmo ponto onde "A Fantástica Fábrica de Chocolate" acabou e começa com o Charlie e sua família no elevador de vidro da fábrica. O elevador, assim como todo o restante da fábrica, é bastante excêntrico, eles vão parar orbitando ao redor da Terra, dentro do elevador, e acabam aterrisando no Hotel Espacial U.S.A.
No Hotel, eles são confundidos com espiões pelos astronautas que lá residem e a estória continua a partir daí.
Antes de mais nada, é preciso estar familiarizado com o universo todo da Fábrica de Chocolate, pois muitos termos e personagens retornam, sem maiores explicações.
Fiquei com mais vontade ainda de ler este livro depois de ter visto este post no Aceita um Leite?




Lolita - Vladimir Nabokov

Já mencionei anteriormente que tive uma fase de ler clássicos e acho um absurdo que eu nunca tenha lido Lolita. Fico indignada comigo mesma. 
Lolita é um livro dos anos 50, quase 60, e retrata bem a libertação sexual que estava ocorrendo naquela época. 
A estória é narrada por Humbert, que nos conta logo de cara que já morreu, assim como Lolita. Sim, o fim é dado ao leitor logo no prefácio. A narrativa, então, volta-se para sua vida quando ele conhece Lolita. Ele vai morar numa pensão e se apaixona pela filha da dona da pensão, Dolores (sim, a Lolita) que tem - pasmem! - 12 anos. 
Ele acaba se casando com a dona da pensão para poder ficar perto de Lolita e, então, vira seu padrasto. E a mãe dela morre. E ela fica sozinha aos cuidados do padrasto/amante.
Sei que tem um adaptação para filme feita pelo Kubrick nos anos 70 e - ódio de mim - também nunca vi. 




Black Orchid - Neil Gaiman (DC Comics)

Eu também gosto de ler HQs, principalmente as escritas pelo Rei Neil Gaiman. E a próxima que está na minha lista é Black Orchid.
Esta HQ fala da estória de Susan Linden, que era uma mulher lindíssima antes de sofrer uma série interminável de abusos e violência doméstica. Ao morrer, ela renasce como a Orquídea Negra, uma misteriosa super-heroína que luta para combater os crimes que ela mesma sofreu quando humana.
Não sendo nem completamente uma planta, nem completamente um ser humano, os vilões não conseguem combatê-la e ela vai ganhando força.
E, por ser da DC Comics, a HQ é permeada por diversas referências a outros universos e personagens, como a Hera Venenosa, por exemplo.
E Dave McKean, parceiro inseparável de Gaiman nas ilustrações, também está presente. Como não amar?




Para ver os "Quero Ler" dos meses anteriores, clique aqui.
E para ver os que eu Já Li, clique aqui.

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

1 comentários

  1. Como sabe, estou lendo Lolita e bem... ñ sei definir ainda. A impressão é estar dentro da cabeça de um pedófilo. É interessante, escrita é foda e tudo bem construído...oq torna as coisas mais agoniantes eu diria. Por ser o narrador criamos um vinculo com H.H., porem não é uma personagem possível de nutrir afeto...

    Gaiman <3

    ResponderExcluir