Já Li #7 - Douglas Adams e Gabriel García Marquez

Acho muito gostoso fazer esta sessão do Perplexidade e Silêncio, pois adoro compartilhar as leituras e saber a opinião de outras pessoas ...


Acho muito gostoso fazer esta sessão do Perplexidade e Silêncio, pois adoro compartilhar as leituras e saber a opinião de outras pessoas que leram os mesmos livros. Então, aqui vai mais dois resumos de livros já lidos da minha coleção.

O Guia do Mochileiro das Galáxias - Douglas Adams

Gosto de ficção-científica, gosto de trilogias (principalmente as "trilogias com cinco livros") e gosto de Douglas Adams. Com isso, quando me dispus a ler "O Guia do Mochileiro das Galáxias", pensei que meu coração ruivo e nerd iria surtar e tornar-se fã. Mas não foi isso o que aconteceu.
O livro começa com o humano Arthur Dent no dia que a Terra foi destruída. Seu melhor amigo de toda a vida, Ford, então se revela um extraterrestre e, para salvar Dent, o leva para outro planeta, em uma viagem pela galáxia. Além de Ford, havia outro extraterrestre disfarçado em meio aos humanos, Prefect. Ele fazia pesquisa de campo para um guia turístico sobre planetas para se visitar na galáxia.
O enredo em si acho ótimo, principalmente a busca da resposta para a pergunta primordial sobre "a vida, o universo e tudo o mais". Porém, a leitura não me prendeu nem um pouco. Acho que não gostei do tom de humor do livro, uma vez que prefiro ficção-científica levada mais a sério, como nas obras de Ursula K. Le Guin. E outro motivo que me fez não gostar do livro foi a maneira de escrever de Adams, pois achei suas frases mal acabadas e um pouco superficiais. Prefiro ele escrevendo os roteiros de Doctor Who, sem dúvidas. Com isso, acabei não me interessando em partir para o segundo livro e continuar a leitura da saga.
Por favor, coleguinhas nerds, não amaldiçoem minha alma porque não gostei deste livro. Grata.

Memória de Minhas Putas Tristes - Gabriel García Marquez

O livro é narrado em primeira pessoa por um idoso de 90 anos que escreve crônicas e críticas musicais para um jornal local. No dia do seu 90° aniversário, ele quer se presentear com uma noite de.. hm, prazeres, digamos... com uma adolescente virgem.
Ao longo de sua busca por esta jovem, o idoso relembra-se de seu passado e se dá conta de que nunca conheceu o amor, pois só se relacionou com prostitutas ao longo da vida. Com isso, ele acaba por se apaixonar pela adolescente virgem que lhe arrumam, em um relacionamento que mistura amizade e paternalismo.
É um livro muito bonito que fala sobre diversos assuntos profundos, de um jeito sensível e leve: envelhecimento, morte, solidão, lucidez e, claro, amor. 
O idoso (que não tem nome no livro) é uma personagem bastante carismática, pois mostra ao leitor toda sua fragilidade e seu amoralismo, o que torna possível que acompanhemos o seu raciocínio e os seus sentimentos pela jovem.
É uma leitura que eu recomendo para quem gosta de uma ficção deste tipo.

Tem algum livro que você gostaria de me recomendar a leitura? Pode deixar aí nos comentários!

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

4 comentários

  1. Olá!

    Eu gostei muito de O Guia do Mochileiro das Galáxias. Eu adoro o tipo de humor escrachado exagerado e irônico do Douglas Adams. Ele escreve de forma bem simples, mas é perceptível inúmeras referências ao ser humano, à sociedade e tudo mais.
    Mas vou te dizer, eu já li os livros 2 e 3 também e não os achei tão bons quanto o primeiro. E apesar dos livros serem pequenos, os acho cansativos, preciso dar um bom espaço entre a leitura de um e de outro.
    E eu que nunca vi Doctor Who? hahahah Vi os dois primeiros episódios, na verdade, mas não tive o ânimo para continuar. Quem sabe um dia.

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, o começo da nova série do Doctor Who não é lá muito bem feito, e aí desanima mesmo. Precisa ter coragem para continuar, mas depois vira a melhor série de todos os tempos <3

      Excluir
  2. Oquê????? Douglas Adams escreve o roteiro de Doctor Who??? A melhor série da vida??? Preciso ler esse livro para hoje, apesar de, infelizmente, você não ter gostado! :(

    http://somaisumapaginamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, vale a pena mesmo que você não goste! (:

      Excluir