Top 5 | Cinco lugares imaginários da literatura

Uma das coisas que mais gosto na Literatura Fantástica são os lugares criados pelos escritores. Quantas vezes já não me peguei imaginando...

Uma das coisas que mais gosto na Literatura Fantástica são os lugares criados pelos escritores. Quantas vezes já não me peguei imaginando que estaria em outro mundo e suspirei frustrada quando percebi que isso não seria possível. Por isso, resolvi falar sobre os meus cinco lugares imaginários preferidos da Literatura.

Avalon, de "As Brumas de Avalon" - Marion Zimmer Bradley
Faz vinte anos que li "As Brumas de Avalon" pela primeira vez e, até hoje, é uma das minhas séries literárias favoritas. E, sem dúvida, de todos os lugares imaginários, foi aqui que passei a maior parte do meu tempo. Há quem diga que Avalon realmente existiu na Grã-Bretanha, cercada de mitos e lendas sobre bruxas e seres mágicos. Verdade ou mito, para mim tanto faz, o que importa é que até hoje sonho em ser uma sacerdotisa lá. Aliás, falei um pouco sobre a importância desta obra para mim aqui e também tenho um board de referências no Pinterest. Ah, e já fiz ensaio para a Galeria de Fotos inspirada em Avalon também, que pode ser vista aqui.

Terra Média, de J. R. R. Tolkien
Tempos atrás, compartilhei 9 dicas do J.R.R. Tolkien para escritores e comentei um pouco sobre o fascínio que a criatividade dele exerce sobre até hoje.
A Terra Média não fica em outro mundo, e sim, em um tempo e época imaginários criados por Tolkien. Ele chegou a explicar em cartas que a Terra Média teria existido há mais ou menos 600 mil anos antes do nosso tempo.
A Terra Média teve diversas eras, ou ciclos. "O Senhor dos Anéis" e "O Hobbit" falam do fim da Terceira Era, enquanto "Silmarillion" trata da Primeira Era, por exemplo. É preciso ler a obra inteira de Tolkien para entender completamente do que se trata a Terra Média e toda sua complexidade e evolução. Para quem se interessar sobre o assunto, procure pelo Cânone da Terra Média e lá está tudo explicadinho.

Scadrial, de "Saga Mistborn: Nascidos da Bruma" - Brandon Sanderson
Falar desta saga me arrepia toda, pois é uma das melhores séries de Literatura Fantástica que já li em toda minha vida. Ela virou Sugestão de Leitura e aí neste link vocês podem ler mais informações sobre ela (e leiam, porque é sensacional!).
Antes de ser dominada pelo Senhor Soberano por mil anos, Scadrial era parecida com a Terra. Porém, depois do domínio, passou a contar com brumas mortíferas que aparecem à noite, além de ter perdido as árvores, frutas, legumes e o próprio Sol. Scadrial já passou por doze eras e a saga conta todas elas. Ai meu coração! <3

All-World, de "A Torre Negra" - Stephen King
Aqui neste post, já mencionei duas séries favoritas minhas, mas a saga literária que eu mais amo mesmo, do fundo do meu coração ruivo, é "A Torre Negra", de Stephen King. Já falei sobre ela aqui.
Na saga, as maiores menções são às cidades e vilarejos por onde Roland, o protagonista, passa. Porém, ao longo dos oito livros que compõem a série, os leitores são introduzidos a diversas partes do Reino, que mistura características de faroeste com a Era Medieval do Rei Arthur. Este mundo ainda conta com algumas tecnologias com inspiração steampunk. 
O mundo se mantém unido através de linhas de energia que conectam todos os pontos de All-World e, quando alguma destas linhas é cortada, ocorrem destruições de toda uma civilização. 

Multiversos de "Fronteiras do Universo" - Philip Pullman
Me apaixonei pelo mundo criado por Pullman em "A Bússola de Ouro" mais do que pela estória do livro em si. Mundos paralelos, portais através de auroras boreais, demons falantes e cheios de personalidade, tecnologias com jeitão steampunk, feiticeiras, ursos-polares guerreiros e frio, muito frio. O mundo criado por ele me faz ter uma vontade enorme e quase insuportável de sair por aí, explorando cada canto do que ele criou, só para descobrir os mistérios que ele guarda. Acho fascinante e extremamente poético.



O difícil será voltar para o mundo real, depois de me perder nos lugares deste post. Estou com aquela sensação de "saudades por lugares que nunca fui".

Posts Relacionados

Comente com o Facebook

1 comentários

  1. Só conheço o mundo de Harry Potter mesmo e bem vagamente. Tem aqueles livros especiais que vêm com mapas, mas eu nunca quis. Nárnia é um que gosto também, mas que sei muito pouco (beeem menos que HP). Fiquei interessa no de Brumas, por motivos óbvios hahaha. Achei a postagem bem bacana! Gostaria de ter esses insights legais que você tem pra diversificar, mas tô tendo muito pouco tempo para colocar em prática tudo aquilo que planejo :(

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir