{desafio das cartas} 2/12 Uma carta para um personagem fictício

A idéia do Desafio das Cartas veio do  Paperia , e consiste em escrever uma carta por mês, durante um ano, a pessoas importantes da sua v...


A idéia do Desafio das Cartas veio do Paperia, e consiste em escrever uma carta por mês, durante um ano, a pessoas importantes da sua vida. Lá no Paperia, as cartas são escritas à mão e enviadas pelo Correio (idéia linda!) e eles sugerem o tema de cada mês. Aqui, serão posts e escolhi outros temas, com a identidade do Perplexidade e Silêncio. 

2/12 Uma carta para um personagem fictício


Querido amigo,

Sinto falta das suas cartas. Nunca as respondi pois não saberia para onde enviá-las ou a quem entregá-las, mas aguardava ansioso pelas suas palavras.

Cada carta continha um pedaço do seu mundo e, com ele, melancolia - aquela melancolia que vem quando observamos situações e pessoas de perto, de muito perto, e de uma forma invisível descobrimos os segredos, as belezas e as feiúras do mundo ao nosso redor.

Espero que você esteja pensando menos e participando mais, atualmente. Eu sei, eu sei: você me dirá que tentou, que se esforça, até que deve ter alguns amigos novos. Mas eu sei como é difícil entrar no mundo, quando, no fundo, só queremos ficar de fora, observando pela porta, sãos e salvos.

Sendo invisíveis.

Eu adoraria ser invisível. Gostaria que fosse meu super-poder. E eu pudesse me desligar da minha forma física, on/off, no meio da rua, no ônibus, em lugares cheios e só caminhar por aí, sem destino, sem tempo. Sem nenhum tipo de reconhecimento, nem mesmo meu.

Estive pensando e acho que as suas crises de angústia devem ainda acontecer. Uma nostalgia tão aguda e uma sensibilidade tão pesada que dóem a cabeça. Não gostaria que você deixasse de sentí-la, pois isso é parte de você. E acredite quando digo que te entendo.

Então, na verdade o que eu espero é que você tenha se sentido infinito muitas vezes. E que sinta isso novamente de tempos em tempos, para que nunca esqueça que é possível ser feliz. Eu realmente espero isso.

Com amor,
Eu.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O personagem fictício desta carta é este aqui.


Posts Relacionados

Comente com o Facebook

0 comentários